Fazendo a cabeça das Noivas

Olá, meninas.

Cá estou eu com mais um post da série Mês das Noivas. Dessa vez, eu trouxe para vocês o que faz a cabeça das noivinhas no dia do sim: os véus e suas variações. O véu é um acessório feito de tecido leve, utilizado pelas mulheres, geralmente, por cima dos cabelos. Utilizado desde a antiguidade, por vários povos, sendo que, cada um deles tinha um costume e um significado diferente. Em regra geral, o véu significava a passagem da moça solteira para uma nova vida, a de mulher casada. Reza a lenda que, na cultura oriental, a primeira representante feminina a usá-lo foi Ishtar, a Deusa do Amor, trazendo ligação do véu à fertilidade e sedução. Ao chegar na Grécia Antiga, o véu usado durante a cerimônia de casamento, protegia a noiva de maus espíritos, infortúnios e possíveis admiradores.

Fazendo a Cabeça da Noiva, Véus, Grinaldas, Grinaldas Florais, Penteados, Voilettes, Mantilhas, Catedral, Clássico, Longo, Curto, Ombro, Ponta de Dedo, Médio, Julieta, Cotovelo

Diversas cores e formas de véu foram usadas, principalmente o vermelho, até chegar a tradição do branco. O azul, por exemplo, era uma cor muito utilizada para o véu ou em algum detalhe de acessório, pois além de simbolizar a tranqüilidade, o espírito, a paz e o equilíbrio, acreditava-se que essa cor cortava a inveja das solteiras. (alô, recalque!) Na Grécia, usava-se o amarelo, que simbolizava alegria e luz. As noivas nobres romanas usavam um véu de linho e cor púrpura decorado ainda com fios de ouro e prata, além do que deveriam cobri-la toda. Como todos sabem, o branco está relacionado a pureza, e não é algo que surgiu com a modernidade. Na verdade, desde os tempos antigos, essa cor já tinha esse sentido. Mas, o branco passou a ser muito utilizado para trajes matrimoniais quando a Rainha Vitória, da Inglaterra, no século XIX, casou-se com vestido e véu desta cor e sem coroa, tornando, este, um episódio inédito.

Mas enfim, vamos ao que interessa. Como já disse em posts anteriores, sou adepta de que a noiva tem que usar aquilo que a agrada e combina mais com seu estilo. Eu, particularmente, casei sem véu e grinalda, usei apenas duas presilhas de lacinho na lateral do cabelo. Mas, para quem quer manter a tradição, trago-vos dos modelitos de véus mais tradicionais e aos menos convencionais:

Fazendo a Cabeça da Noiva, Véus, Penteados, Catedral, Clássico, Longo, Curto, Ombro, Ponta de Dedo, Médio, Julieta, Cotovelo

• Catedral: véu formal, longo, medindo 12 centímetros a mais do comprimento da cauda do vestido.
• Ponta do dedo: o comprimento vai até a ponta do dedo da noiva.
• Curto: véu de comprimento acima dos ombros.
• Ombro: comprimento até os ombros.
• Julieta: cria uma espécie de ‘chapéu’ num estilo retrô/vintage.
• Cotovelo: o comprimento vai até o cotovelo da noiva.

Ainda, dentro do tradicional, temos as mantilhas. Elas são de origem hispânica e tem a mesma função do véu. Todavia, elas são bem mais trabalhadas do que o véu, além de cobrir a cabeça, devem, necessariamente cobrir também os ombros. Além disso, elas são presas com uma espécie de pente no formato convexo. Vamos ver alguns modelos?

Fazendo a Cabeça da Noiva, Mantilha, Mantilla, Noivas, Tradição, Rendas, Bordados

A grinalda  é, basicamente, um ornamento feito de flores, frutas e/ou ramagens entrelaçadas. Hoje em dia vemos diversos tipos de grinaldas, dos mais variados materiais, como coroas, tiaras, flores, presilhas e tudo o mais que pode ser usado com ou sem o véu. Na verdade, atualmente quando a noiva está escolhendo os adereços para sua vestimenta, ela vai ouvir muito falar em headpieces, mas se você não sabe o que é, não se espante, estarão se referindo ao que você escolherá para usar na cabeça. Separei imagens de grinaldas mais convencionais e de algumas florais. Indicam-se as feitas com flores para casamentos em locais abertos e diurnos. Enquanto que as mais elaboradas, com pedrarias, para casamentos noturnos. Vejamos:

Fazendo a Cabeça da Noiva, Grinaldas, Noivas, Tradição, Penteados, Pedrarias, Semijóias

Fazendo a Cabeça da Noiva, Grinaldas, Noivas, Tradição, Penteados, Flores, Sementes, Folhas

E, para finalizar, o tipo pouco comum e menos convencional: o voilette. Em inglês chamasse birdcage veil, traduzido como véu gaiola de pássaro ou véu gaiola. A explicação para o nome é simples é “telinha” (tule, renda) que cobre apenas o rosto, ou parte dele, ou, até mesmo, toda a cabeça, criando a ilusão de parecer uma gaiola. Normalmente o tecido é preso a uma tiara, casquete, chapéu, flores de tecido, plumas, penas ou a nada (grampos) e ainda podem ser coloridos! Eles dão um ar vintage/retrô a noiva, mas ainda tem muita gente com medo de arriscar. Vamos dar uma olhada nas inspirações?

Fazendo a Cabeça da Noiva, Penteados, Voilette, BirdCage Veil, Coloridos, Brancos, Telinha, Plumas, Penas, Casquete, Chapéu, Flores

E aí, vai escolher qual para o seu grande dia? Eu prefiro os tipos mais ousados, mas os tradicionais também são lindos. Inspirem-se e boa escolha!

Imagens: Pinterest Style Me Pretty
Fonte: Blog Madrinhando, Wikipedia, Vintage Birdcage Veils Blog

Anúncios

Sobre Suy

Olá! Meu nome é Suylannie, mais conhecida como Suy.

E aí, o que achou?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Receba nossos posts por e-mail.

Junte-se a 875 outros seguidores

Categorias

Eu Sou do CBBlogers

Parceria:

%d blogueiros gostam disto: